sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

"Prologue"

2 comentários:

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Brilhante, como todo o cinema de Béla Tarr.

João Palhares disse...

Amén! :)