quinta-feira, 25 de março de 2010

"Jaime" - 1974



* Não é um documentário sobre um pintor, não é um biopic, não é um filme experimental. É algo que renuncia a todas as formas e todas as denominações, à falta de melhor para dizer... Ah e Jaime há só um, o do Reis e mais nenhum...

8 comentários:

Álvaro Martins disse...

Mais nada ;)

fcabral disse...

Reparaste que neste excerto do "Jaime" que aqui tens o local é o mesmo (se não é, é muito semelhante) onde João de Deus corre? (que curiosamente tens no post anterior)

João Palhares disse...

Quando o vi não tinha reparado, foi graças a ti. Grazie! Os próximos posts vão relacionar estes três filmes, aliás... Os travellings iniciais do "Verdes Anos" e do "Recordações", por exemplo...

Flávio Gonçalves disse...

Onde é que posso vê-lo completo?

Abraço

João Palhares disse...

O "Jaime" vai passar no Cinema S. Jorge, no dia 9 às 21:30, inserido na retrospectiva que o festival "Panorama" vai fazer ao António Reis e à mulher, Margarida Cordeiro - se por acaso estiveres em Lisboa..
Senão, é preciso sacá-lo:

http://isohunt.com/torrent_details/119018757/Free+Short+Films?tab=summary

Acho que só dá por torrents...

Abraço e vai passando...

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

É um excelente filme, sem dúvida. Vi-o há tempos seguido de um debate sobre a "loucura nas artes".

João Palhares disse...

Felizmente o Reis tem sido alvo de algumas retrospectivas e debates, actualmente. Espero que se sigam DVD`s, livros, etc, porque ele merece, bem como o Rocha e o "Verdes Anos"...
O "Jaime" é formidável, sim...

hg disse...

Maravilhoso filme.